Avaliando produtos de make de R$10,00

Ficando bem com meu corpo

Ugly Sneakers – o que é e como usar

Caneta SOS Cutículas Perfeitas Granado Pink

Livro Por Todas Nós da Ellora Haonne

CC Cream Siàge Reconstrói os Fios EUDORA

Como fazer parede de cimento queimado

Apps para deixar seus stories lindos

Fazer unhas sem tirar cutícula

Posts arquivados em: Tag: Resenha

04set/18

Livro Por Todas Nós da Ellora Haonne

Livros

Há um tempo no YouTube e com muita personalidade, Ellora Haonne sempre falou sobre feminismo, aceitação e muitas outras questões ainda polêmicas e que precisam de discussão. Esse ano ela lançou um livro que, de acordo com ela, são “conselhos que não recebi sobre luta, amor e ser mulher”. Como esse ano me propus a ler mais, principalmente aqueles que pudessem acrescentar algo na minha vida, comprei o livro Por Todas Nós da Ellora Haonne.

Esse é aquele tipo de livro que toda garota deveria ler. No entanto, se você for um pouquinho mais velha ou se já tiver se questionado em algum momento da sua vida sobre as pressões que nós mulheres sofremos, pode ser que você ache o livro um pouquinho repetitivo em alguns aspectos.

O QUE EU ACHEI DO LIVRO POR TODAS NÓS DA ELLORA HAONNE

Eu confesso que comprei esse livro pra além da Ellora, que é uma pessoa que que admiro muito nas redes e o discurso dela já me fez questionar muitas coisas ~ obrigada, mana! Eu mesma tenho várias questões e busco bastante esse tipo de literatura. O livro, ao meu  ver, é, apesar do pronome indefinido “todas”, mais voltado para a parcela mais jovem. Ellora traz assuntos acerca da sua própria vivência, o que faz com que tenhamos identificação com ela e uma aproximação maior da realidade e alguns assuntos são abordados com clareza pra quem de repente nunca vivenciou aquilo.

Eu grifei inúmeras falas que me representam muito e dizem bastante sobre coisas que preciso refletir. Foi um livro que reforçou em mim a vontade de empoderar a mulher que sou para me tornar a mulher que posso e quero ser. De fato, tive vontade de dizer pra todas as mulheres que estamos juntas. Pra quem conhece a Ellora nas redes, também foi legal saber um pouco mais da história dela e ver que todo mundo te problemas e que muitas vezes eles se parecem. A ideia do livro é dizer que “tá tudo bem”, dar um conforto e te lembrar que você não tá sozinha. Eu só achei que muitas vezes eu estava lendo o mesmo parágrafo, em capítulos diferentes, só que parafraseado.

O livro também tem uma diagramação muito diferente, algo que muitas vezes lembra um caderno de anotações. Tem texto na horizontal, lettering, texto com letra cursiva e na vertical, tudo na mesma página. Isso confunde um pouco e tira a fluidez da leitura. Uma outra parte que eu não gostei muito foi o “conteúdo interativo” bastante presente ao longo das páginas. Em todo capítulo tem em mais de um momento uma parte da folha pra você completar/escrever/desenhar. Talvez por achar que ela tivesse muita capacidade de explorar tal assunto que ela fala tão bem eu tenha ficado frustrada. Senti como se aquilo estivesse enchendo linguiça, sabe como? Mas é o que eu falei, talvez isso agrade muito ao público mais jovem.

“É louco como nos esforçamos para ser gentis e educadas com todo mundo, com exceção da gente. Falamos coisas para nós mesmas que jamais falaríamos pra ninguém” Livro Por Todas Nós da Ellora Haonne

É um livro que vale à pena, embora eu não tenha aproveitado todo ele. Faz a gente pensar, ver algumas coisas por uma ótica diferente, se questionar acerca do que a gente engole como certo e que nem sempre é bem assim. É bacana também pra praticar e desenvolver o amor próprio e entender que “tá tudo bem” se afastar do que é prejudicial pra gente. No mais, acho que o preço que está agora tá bem acessível. Paguei R$29,90 na Saraiva e hoje custa R$18,00.

Se você curte posts sobre livros, dá uma olhada aqui!

Tags:
12mar/18

Diário em Tópicos – guia prático

Livros

Desde que eu vi esse livro Diário em Tópicos – guia prático, sobre o famoso Bullet Journal que eu fiquei com muita vontade de comprar. E foi ótimo porque além de lindo e inspirador, ele me ajudou a ser mais organizada com a minha rotina e fazer meu próprio Bullet, só que de outra maneira. Esse é definitivamente o melhor livro que eu já vi sobre o assunto ~ até achei alguns em inglês, mas eram complicados demais e sem graça, confesso. 

É uma mistura de agenda, diário e lista de afazeres que virou febre na internet entre as pessoas que querem organizar sua vida de um jeito criativo. Também conhecido como Dot Journal e Bullet Journal, o diário em tópicos reúne em um único caderno tudo aquilo que você considera importante – compromissos, tarefas, eventos, pensamentos, metas e o que mais desejar. Você pode escrever sobre todos os aspectos da sua vida, como trabalho, relacionamentos, saúde, finanças e lazer. A ideia é usar frases curtas para não perder muito tempo e encontrar suas anotações com facilidade.

O QUE EU ACHEI DO DIÁRIO EM TÓPICOS – GUIA PRÁTICO

Gravei um vídeo mostrando detalhadamente o livro e o que ele aborda, quais as coisas vocês podem encontrar nele. Também mostrei pra vocês o meu Bullet Journal que esse ano está sendo uma espécie de diário ~ no vídeo vocês vão entender melhor! Mesmo que sua ideia não seja fazer um Bullet Journal agora, do zero, esse livro vai te ajudar a entender como funciona um Diário em Tópicos e ainda abrir sua mente pra outras maneiras de organização e escrita.

Fiz também algumas fotos do Diário em Tópicos – guia prático pra vocês verem que lindeza de livro e te dar algumas ideias pra você usar no seu dia a dia, no seu planner e na sua agenda.

Eu comprei na Saraiva e paguei R$23,90 na época. No site da Sextante tem mais informações e até um hotsite super lindo falando mais sobre o livro. No YouTube eu já ensinei como fazer seu próprio Bullet Journal e também tenho uma pasta no Pinterest só sobre Bullet Journal pra vocês se inspirarem e terem algumas ideias do que registrar, layout de página, legenda e etc. Só me seguir por lá que eu tô sempre atualizando!

05mar/18

A Sutil Arte de Ligar o F*da-se

Livros

Um livro com o título A Sutil Arte de Ligar o F*da-se é no mínimo atrevido, não é mesmo? Fiquei muito curiosa quando comecei a ver imagens dele pela internet e não resisti: comprei meu exemplar. Ele é um livro bem diferente ~ nota-se pelo título ~ e é daqueles que a gente grifa várias e várias páginas pra reler depois e não se esquecer das lições.

Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço.
Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva — sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e a sutil arte de ligar o f*da-se.
Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão.
Para os céticos e os descrentes, mas também para os amantes do gênero, enfim uma abordagem franca e inteligente que vai ajudar você a descobrir o que é realmente importante na sua vida, e f*da-se o resto. Livre-se agora da felicidade maquiada e superficial e abrace esta arte verdadeiramente transformadora.

Por incrível que pareça, ele é sim um livro de autoajuda e faz isso de uma forma muito surpreendente: apontando o dedo na sua cara e dizendo que você não tem nada de especial, muito pelo contrário! Sofre e se dá mal como todo mundo. Mark faz uma revolução na forma com que enxergamos a vida e principalmente os efeitos e as consequências de dias e sentimentos ruins. Pra ele, você é o único responsável pela forma com que escolhe agir diante de qualquer coisa na sua vida. Preparados pra assumir a responsabilidade dos seus atos?

Formato(s) de venda: livro, e-book
Tradução: Joana Faro
Páginas: 224
Gênero: Não Ficção
Formato: 14 x 21 x 1,7
ISBN: 978-85-510-0249-0
E-ISBN: 978-85-510-0250-6
Lançamento: 06/11/2017

Eu comprei A Sutil Arte de Ligar o F*da-se no site da Amazon e chegou super rápido, custou uns 20 e poucos reais. No site da Intrínseca tem mais informações sobre o livro e onde encontrar. E vocês, já leram?

14fev/18

Tartarugas até lá embaixo | resenha

Livros

Desde que recebi esse livro da Intrínseca só ouvi elogios. Tartarugas até lá embaixo é o novo livro do John Green, aquele que escreveu A culpa é das Estrelas e Cidades de Papel entre outros e traz uma história tão fácil e gostosa de acompanhar que a gente praticamente devora o livro. É simples, mas é cheio de humanidade, sabe?

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância -, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.

Como já era de se esperar, Tartarugas até lá embaixo é cheio de citações e frases marcantes e que dão mais profundidade aos personagens ~ aliás, eles são sempre tão cativantes! São simples, mas fazem a gente se colocar no lugar e conseguir viver o que se passa. A maneira com que o autor trata de assuntos sérios para jovens é incrível, como no caso desse livro onde John Green aborda o TOC de uma forma que qualquer pessoa consegue entender. A gente se sente envolvido com o drama e consegue enxergar através de diferentes perspectivas. Fiz uma resenha bem sincera, aperta o play pra você ver!

Formato(s) de venda: livro, e-book
Tradução: Ana Rodrigues
Páginas: 256
Gênero: Ficção
Formato: 14 x 21 x 1,4
Lançamento: 10/10/2017

No site da Intrínseca tem mais informações sobre preço e onde comprar. E vocês, gostaram do livro?

04jan/18

Maionese Capilar Light #TodeCacho

Resenhas

Ano passado teve uma febre de produtos capilares com apelo alimentício ~ maionese, maisena, manteiga… E ouvi falar maravilhas da Maionese Capilar #TodeCacho, mas ela não era própria para o meu cabelo, na época ainda grande. Foi quando lançaram a Maionese Capilar Light #TodeCacho, mais leve, indicada para cabelos de 2a até 4c que eu comprei.

Meu cabelo é liso, mas por causa da quantidade de química, acabou ficando mais ondulado e precisando de produtos mais potentes. Antes de eu cortar, ele já estava numa classificação 2a, então eu me encaixava no perfil do produto. De acordo com a marca:

Chegou a Maionese Capilar Light #TodeCacho que é dos deuses! Light só porque ela é livre de sulfato, parabenos, petrolato, parafina e óleo mineral… fora isso, possui uma hidratação de tirar o fôlego! ! Adeus cabelo embaraçado e ressecado! Cabelos longe do ressecamento e super fortes.

A diferença entre a Maionese Light e a Maionese comum é que essa versão, a da tampa azul, não contém sulfatos, parabenos, petrolato e óleos minerais. É bem bacana pra quem não usa produtos com esses componentes ou tem alguma restrição ~ expliquei melhor sobre isso no post sobre No/Low Poo.

O QUE EU ACHEI DA MAIONESE CAPILAR LIGHT #TODECACHO

A embalagem vem bastante produto, são 500g mas existe também uma versão de 1kg. O creme tem um texture extremamente densa ~ e não, não parece maionese, lembra mais margarina! O cheiro é bem docinho e gostoso, mas não fica por muito tempo no cabelo depois de seco, então não enjoa. Por ser bem consistente, é um pouco difícil de espalhar e é aí que tem que tomar cuidado: se passar muito e não tirar direito, o cabelo emplasta mesmo.

Quando eu tinha os fios descoloridos e compridos, achei que deixou o cabelo extremamente macio durante a aplicação e facilita muito o desembaraçar dos fios. Além da recomendação da embalagem, eu nunca aplicava diretamente na raiz. Pra retirar, achei complicado porque não consegui perceber se o cabelo estava emoliente porque o produto tinha agido ou se ainda tinha que enxaguar mais. Mesmo a água saindo “limpa”, muitas vezes eu senti o cabelo pesado e com aspecto engordurado.

Depois que cortei o cabelo, o enxágue ficou bem mais fácil, então tive outra percepção do produto. Além do que eu já havia percebido durante a aplicação, achei que deixou o cabelo mais brilhoso, macio e com aspecto de hidratado, sem o peso que antes ficava. Apesar de ser indicado pra fase de Umectação do Cronograma Capilar , eu não acho que ela seja potente ao ponto de nutrir de verdade. Eu diria que é mais uma hidratação, como aquelas conseguidas em cremes de 3 minutos. Não dá pra substituir pelos óleos vegetais, o resultado é muito diferente. Seja usando no banho, entre o shampoo e o condicionador ou como máscara mesmo, o resultado foi o mesmo. Ou seja, nada incrível ou incomparável.

Pro meu cabelo que é liso e fino, não deu certo. Ou pesa e emplasta, ou quando eu consigo remover corretamente não faz nada de extraordinário. Não senti o amor todo que eu esperava, sabe? Mas vale lembrar que o produto é feito para cabelos mais cacheados e extremamente ressecados, portanto pode ser que eu não seja o foco do produto, apesar de me encaixar na descrição. Tem um preço bom, paguei R$12,00 na embalagem de 500g e tem uma linha completa de outros produtos do tipo. Quem tem cabelo cacheado ou crespo e já usou, o que achou?

composição

25ago/16

Base matte Ruby Rose | VEDA

BeautyResenhasVídeos

Vocês pediram e eu finalmente consegui testar a Base matte Ruby Rose. Eu estou impressionada como um produto tão barato pode ser tão bom ~ vocês sabem que eu não tenho essas coisas de produto caro, mas é que o custo dessa base é praticamente inexistente quando se compara ao que ela faz. Eu encontrei uma cor não tão próxima da minha realidade, mas se eu conseguir acha uma mais clara, posso misturar e ter uma base incrível! A minha é a L15 e de fundo laranja, mas ela tem diversos tons, inclusive pra pele negra e as mais branquinhas de fundo rosado.

 photo BASE MATTE RUBY ROSE 04_zpszrtexjfl.jpg

Ela vem 29ml e nessa embalagem de bisnaga. O cheiro é bem suave e sai conforme ela seca ~ por falar nisso, a secagem dela não é das mais rápidas, mas é bom porque você pode aplicar sem pressa. Ela me lembrou muito a base matte da Vult, tanto na textura, quanto no acabamento. Essa é ligeiramente mais leve, mas também dá pra construir camadas se você precisar de algo mais pesado. Quando seca, o acabamento é lindo e muito confortável, é pra esquecer que tá de base no rosto.

 photo BASE MATTE RUBY ROSE 02_zpsdptc6wap.jpg

O preço médio que as pessoas encontraram foi entre 5 e 10 reais. Eu paguei R$10,90 e estou até agora impressionada com esse fato! Acho que há tempos não compro nenhum item de maquiagem com um valor tão baixo ~ e ainda mais com uma qualidade tão alta! Sobre ser mate, ela é mesmo. Não fica aquele aspecto de base acetinada, mas nem por isso é um produto que resseca o rosto ou repuxa. Também não notei aumento da oleosidade da pele ao usá-la.
 photo BASE MATTE RUBY ROSE 03_zps3d8wx80p.jpg

No vídeo eu mostro a aplicação e “em tempo real” vocês podem ver a cobertura e todas as outras considerações que eu tenho sobre essa base que já ganhou lugar cativo no meu coração.

Clique em PLAY para assistir ao vídeo!


Abaixo vocês podem ver um pouquinho mais de como a cobertura dela é bem bacana ~ e aproveitar e ignorar que estou toda bronzeada caliente com essa cor que nem de perto é a minha! Se ainda ficou alguma dúvida de que esses serão os 10 reais mais bem gastos da sua vida, agora é hora de esquecer e correr pra investir na sua!  Tô tão apaixonada que quero conhecer a linha toda, mas por enquanto só achei a base. Eu comprei na Mundial, naquela Galeria Branca da Tsunami aqui em Juiz de Fora e paguei R$10,90.
 photo BASE MATTE RUBY ROSE_zps0f94wxho.jpg

E vocês, ja conheciam? Gostaram da base?

 

Tags:
24fev/15

CABELO | Resenha: Shampoo a Seco Cuide-se Bem – o Boticário

BeautyCabelosDicasKimResenhasRuivo

 photo IMG_6099_zps363066d0.jpg
Gente, meu cabelo é muito oleoso na raiz, vocês não tem noção, sério, eu preciso lavar ele TODOS os dias, porém, tem alguns dias que eu to com pressa e que não vai dar tempo de lavar o cabelo, ou com preguiça mesmo, aí eu sempre apelo para os queridinhos shampoos a seco, mesmo achando que nada substitui o bom e velho shampoo + água (banho!) hahaha. Na foto eu estava há umas 16 horas sem lavar o cabelo.

 photo IMG_6107_zps07cfc812.jpg

E esses dias eu conheci o Shampoo a Seco Cuide-se Bem de o Boticário, e pensa num produto cheiroso, sério!

 photo IMG_6135_zps27c1c3c1.jpg

Ele é em spray, como nós já estamos acostumadas e conhecemos de outras marcas, e o jato é um pó branco e sequinho, ou seja, não molha a raiz quando aplicamos (eu prefiro, então, ponto positivo!).

 photo IMG_6109_zps20a4152b.jpg

Quando aplico o cheiro é muito gostoso, eu aplico em toda a raiz, separando  aleatoriamente o cabelo, com uma distância de 20 cm mais ou menos, depois disso, segundo a própria indicação do rótulo, é só passar um pente e escovar o cabelo, e logo quando apliquei, o pó branco não saiu por completo, mesmo depois de escovar bastante e passar a mão, além disso, meu cabelo ficou bastante rígido.

 photo IMG_6124_zpsddb540f3.jpg

No rótulo do meu Shampoo a Seco está escrito “Texturiza os fios” e eu acredito que essa seja uma segunda versão, eu realmente achei que ele deu volume, e ficou super bonito! Alguns minutos depois, o volume e o brilho que o shampoo deu foram incríveis, muitas pessoas até perguntaram o que eu tinha feito no meu cabelo, pra deixá-lo tão bonito!

 photo IMG_6138_zps6191a25d.jpg

Continuo achando que o shampoo a seco não substitui a lavagem dos cabelos, porque né … Vamos combinar que lavar o cabelo é muito bom! Mas achei bacana, a proposta de shampoo a seco é ok, não é um milagre e continuo preferindo o batiste, ou o bom e velho talco, agora, falando de volume, eu AMEI, amei esse volume que ele deu, meu cabelo ficou com uma textura muito bacana, acho que vou usá-lo com o cabelo limpo mesmo, quando quiser um volume a mais.

 photo IMG_6132_zps44c70b4b.jpg

E vocês meninas? Já usaram esse shampoo a seco? O que vocês acharam dele?

03jul/13

Base Koloss extra leve

BiaMaquiagemResenhas

Há muito tempo eu quis uma base bem levinha, tipo um BB Cream pra usar nos dias não muito especiais. Gostei muito dessa embalagem da Koloss ~ sou dessas ~ e acabei trazendo. Na hora experimentei e achei que cumpria o que prometia.

A embalagem é fosca e pequena, super prática de carregar na bolsa. Realmente ela não é nem um pouco oleosa – é estranho, chega até a soltar algo tipo água, não sei explicar. A textura dela parece um mousse, espalha fácil e não deixa aspecto pesado essa é a ideia, né…

Ela tem um cheirinho um pouco forte, mas some depois, só não é tão rápido. Ah! A rosca dela também é bacana, não vaza produto.

Bem, a cobertura dela deixa muito a desejar. Tá eu sei que é extra leve, mas põe extra nisso! como vocês podem ver, a diferença é praticamente imperceptível! Não deixa a pele matificada, embora diminua um pouco do brilho natural. É pra quem tem a pele bem lisinha e sem imperfeições, se não já era. Acabo deixando pra usar em eventos durante o dia, quando está um pouco mais quente, só pra ajudar a fixar o pó.

Não posso reclamar muito porque acredito que essa é a proposta do produto. Tenho algumas áreas avermelhadas no rosto e ela não deu conta. Talvez eu precise de uma base não tão leve assim. Um outro ponto negativo é que ela esfarela um pouco se você passar o dedo um pouco mais forte – ela seca rápido, pode ser por isso. Aconselho aplicar com esse tipo de esponja pra ficar melhor e mais natural.  A minha é a bege 01 (sim, ficou um pouco clara pra mim) e custou R$13,40 na Mega Vale.

PS: Eu voltei! Muito obrigada todo mundo que esperou e que não desistiu da gente!
PS2: Preciso mudar minha bio… agora sou psicóloga!
PS3: Eu amei todos os e-mail e recadinhos e comentários de vocês, muito obrigada! Não foi possível responder antes, mas estou respondendo aos poucos!
PS4: Vou gravar mais vídeos, aceito sugestões!
PS5: Eu estava com uma saudaaade…

Tags:
03jun/11

Nós testamos | Rímel Luisance

BeautyBiaLíviaMaquiagemNós testamosResenhas

Hoje viemos mostrar mais um produtinho com o selo “testado e aprovado por Bia e Liles”. rsrs O objeto de estudo de hoje é o rímel Luisance.

Em uma das minhas milhões de idas ao paraíso Mega Vale bati os olhos nessa coisinha bregonight e meu lado perua não só gritou, mas fez um escândalo quando viu! Aquela embalagem DOURADA era uma maravilha para os meus olhos. rsrs Mas só fui comprar depois que a Bia comprou e me contou que o negócio era bom mesmo.

Já eu quando vi, achei uma marmota [desculpa liles], mas o preço me encantou muito, R$3,25. Eu uso rímel todo dia e infelizmente meus investimentos nesse quesito eu guardo para noites especiais. Então eu comprei o baratinho amigável.

Eu achei ele bem pretinho e consistente. Não é ralo feito a Supershock da Avon – até porque é a prova d’água. Aí vem um ponto ambíguo: na hora de tirar parece uma colinha nos cílios, tem um “q” de borracha. Mas vendo pelo lado positivo, você pode precisar dessa função em dias emotivos.

Ele tem umas fibras (nem sei se posso chamar de fibras, parece pêlo, não sei explicar) que grudam nos cílios e dão um ligeiro aumento. #todasadora

E dura horrores (até porque é à prova d’água né?!). Passei às 7h30 e às 19h30 quando cheguei em casa ele estava lá do mesmo jeito que de manhã (desculpa, na correria não consegui bater foto antes de sair). O que achei “engraçado” é a sensação que você tem quando toca nos cílios, parece de plástico e como a Bia disse parece uma colinha, na hora de tirar ele vai “despedaçando” saindo as tais fibras. E vou te contar, dá um certo trabalhinho. Mas não deixa de ser uma ótima opção BBB.

Só que … tem que ter uma zica né… É uma camada e olhe lá. Quando você passa duas fica lindo, mas só no início. Conforme ele vai secando – coisa de 40 segundos – eles grudam assim:

Mas diz pra mim: pra quê você vai querer cílios postiços durante o dia? Passa uma só e economiza pra comprar a Love Alpha e arrasar de noite!

PS(Lívia): Fiquei até com vergonha de colocar foto dos meus olhos perto dos olhos FEIOS da Bia! Vou te contar hein Dona Fabiana?! =DDD

 COMENTE!