Meu cabelo blorange / millennial pink

Máscara Super Lashes Vult

Favoritos de agosto |17

Como cuidar de cactos e suculentas

Natureza na decoração

O que vem na caixa Niina Secrets Collection

Millennial Pink | o tom pra apostar

Colgate Escova Luminous White Advanced com Caneta Branqueadora

O Mínimo para viver | o que eu achei do filme

Posts arquivados em: Tag: millennial pink

10out/17

Meu cabelo blorange / millennial pink

Cabelos

Eu vivo mudando meu cabelo, vocês já sabem disso, né? A mudança da vez foi repentina, mas eu estava de olho desde que falei sobre Cabelo Blorange. Como eu não encontrava tinta nessa cor, resolvi fazer uma mistura com dois tons que eu tinha aqui em casa e o resultado foi um cabelo blorange / millenial pink que eu amei demais!

Esse é um tom bem difícil de chegar porque ele tem uma porção rosa e outra laranja, mas a quantidade de cada é que vai determinar a cor ~ pra não puxar nem só pra um ou só pra outro. Como meu cabelo é bem descolorido, fica mais fácil chegar no tom, mas onde estava um pouco menos platinado, puxou um pouco mais pro laranja. Eu gostei muito, ficou bem próximo do que eu imaginava, mas a cor em si dura muito pouco. Em três lavagens eu já tinha voltado pra cor original do meu cabelo 🙁

Tintas que eu usei pra chegar no tom

Pra chegar nesse tom, usei duas tintas que havia recebido da marca com um pouquinho de creme branco: a Chrome Orange e a Sky pink, ambas da Candy Color. Elas são uma coloração semi permanente sem amônia, já havia usado anteriormente, mas dessa vez acho que houve alguma reformulação e ela está bem mais rala e menos pigmentada, talvez por isso tenha durado tão pouco tempo. Cheguei até a mandar um e-mail pra marca pra saber se houve alguma alteração, mas eles não me responderam. A mistura ficou bem homogênea e foi tranquilo de passar.

cores isoladas das tinturas

Dá pra ver que as duas tem um fundo mais quente, por isso misturou tão bem e chegou numa coloração sem muita diferença. Como rosa e tons quentes são mais difíceis de serem capturados na câmera, não consigo definir a cor que ficou entre um blorange e um millennial pink que eu já tinha mostrado pra vocês. Gravei um vídeo mostrando o processo e como foi pra chegar no tom, dá só uma olhada!

Pena que durou tão pouco… mas já estou inspirada pra fazer uma nova mudança em breve!

01ago/17

Millennial Pink | o tom pra apostar

Moda

Imagem: Design Love Fest

Embora algumas cores nunca saiam de moda como o preto, cinza e branco, outras ganham notoriedade de uma hora pra outra e se transformam em novos queridinhos. O da vez é o Millennial Pink, um tom de rosa que passeia pelo chá, pêssego e é considerado uma cor genderless ~ ou seja, não tem essa de cor “de menino” ou “de menina”.

Millennial Pink tem esse nome porque está diretamente ligado à Geração Y ou Millennium, que são os nascidos depois dos anos 80. Essa nova proposta desconstruída dessa geração tem tudo a ver com a tonalidade que, até então, era diretamente atribuída ao universo feminino. Também conhecido como Tumblr Pink ou Scandi Pink o Millennial Pink vem conquistando espaço até mesmo fora do vestuário e invadindo a gastronomia, a decoração, os filtros para as fotos e a arte.

Não foi difícil o Millennial Pink cair no gosto das grandes marcas e do consumidor final. Como o tom tem uma pegada esmaecida, é mais neutro do que o Blorange ou o próprio Pink. Dessa forma, fica mais fácil de combinar com outras peças e de assumir o papel de uma cor sem gênero. É claro e suave, mas tem toda uma mensagem de quebra de paradigmas por trás que conversa com uma das demandas sociais.

COMO USAR O MILLENNIAL PINK

Inspiração é o que não falta! Basta a gente dar uma boa olhada que provavelmente tem alguma peça em casa, já que o tom pode variar um pouco e não tem uma definição certa. E tem até popstar se rendendo ao charme do novo rosa 💕

NAS ROUPAS

Imagem: Pinterest

Como dá pra perceber, o tom apresenta variações e pode ser usado de diversas maneiras: mais informal, como no caso da jaqueta e do vestido de corte reto, um pouco mais arrumadinho com peças de alfaiataria e saia midi ou ainda mais elaborado como tricôs. Por ser bem eclético, fica bem com uma cartela enorme de outros tons, inclusive os mais escuros ~ viram como a jaqueta de couro preta quebrou a inocência do look?

NA DECORAÇÃO

Imagem: Pinterest

O motivo do Millennial Pink também ser chamado de Scandi Pink é porque ele é muito usado em decorações que seguem o estilo escandinavo. Não é à toa, esse tom remete ao clássico e cai bem com as demais tonalidades neutras, dando um toque de cor sem pesar ou quebrar o estilo clean da decoração escandinava. Pode ser tanto um objeto quanto móveis maiores e até mesmo paredes e azulejos.

NOS ACESSÓRIOS

Imagem: Pinterest

Pra quem quer começar aos poucos, os acessórios são sempre uma boa opção. Não precisa investir tanto e sempre tem aquela opção de deixar de lado se não gostar ~ o prejuízo é menor. Assim você vê se o tom te agrada, se combina com o que você já tem e posteriormente faz outras aquisições, se quiser. Ir devagar é a melhor escolha quando o assunto é novidade.

Eu particularmente acho um tom bastante democrático e que me agrada muito. Gosto da possibilidade dele se adaptar bem aos diversos tons de pele e não tem tantas restrições como outras tonalidades de rosa. Já ganhou lugarzinho no meu coração e me dá aquele sentimento de nostalgia de milkshake e blusinha de vó! 💕 E vocês, gostam?