Top 5 Livros de 2018

Resenha Gloss Lip Volume Hialurônico Blant

Espuma de Limpeza Facial Cicatricure

1 peça 5 looks: Chemise

Esponja de silicone para limpar a pele

Minhas novas tatuagens

Resenha Spray Dumb Blonde Bed Head TIGI – toning protection spray

Cupom de desconto Glambox

De 2018 para 2019

Posts arquivados em: Tag: Alfaparf

27ago/14

RESENHA | Midollo di Bamboo Alfaparf

BeautyBiaCabelosResenhasVídeos

Desde os últimos vídeos que eu havia falado do Midollo di Bamboo e vocês pediram resenha. Como é muita coisa, resolvi gravar um vídeo pra ficar mais bem explicado, entende? É de longe o melhor produto que eu já usei para ajudar no aspecto elástico dos fios.

 photo midollodibambooalfaparf1_zpse2ae1c4d.jpg photo midollodibambooalfaparf10_zpse84b6809.jpg

Essa é uma linha feita exclusivamente para quem está com os fios muito danificados e precisa de um produto que dê nutrição e reposição de massa. Pra quem descoloriu é mais do que ideal, isso é tudo o que a gente precisa!

 photo midollodibambooalfaparf8_zps5bf2e030.jpg

De acordo com a marca:

O primeiro tratamento de reconstrução e cauterização de três dimensões. Repara os danos mais profundos, regenerando a matéria interna do cabelo. Recarregado com os elementos necessários, mesmo os cabelos nas piores condições retornam ao estado ideal: PREENCHIDO e REFORÇADO, com uma aparência saudável e forte.

 photo midollodibambooalfaparf12-vert_zpsee34dfe2.jpg

5estrelas

Eu simplesmente achei que ele cumpre cada detalhe que promete. Com certeza meus fios estão inteiros por causa dele e a cada dia que passa, depois do uso, sinto que estão ficando mais saudáveis e perdendo o aspecto elástico. Gravei um vídeo onde eu explico melhor o uso, minhas impressões sinceras e outras coisinhas. Aperta o play!

Apresentação/embalagem: 3/5
Textura/ aplicação: 5/5
Pigmentação/ cobertura: N/A
Fixação/durabilidade: N/A
Preço: 2/5
Relação entre descrição e realidade: 5/5

Média: 3,75

Entenda como funciona a nota.

Gente, sei que pela avaliação ele levaria 4 estrelas, mas eu dou 5 estrelas na vida real. Fiz a avaliação de acordo com os critérios, mas eu não consigo ver defeitos nesse produto. Ele custa em torno de R$88,00, mas eu paguei R$49,90 na Mega Vale aqui de Juiz de Fora. Sinceramente? Valeu c-a-d-a centavo!

 

Tags:
22ago/14

VÍDEO | Melhores e Piores – agosto/2014

BeautyBiaCabelosFavoritos do mêsMaquiagemVídeos

E chegou a sexta-feira, com vídeo novo no canal! Hoje tem Melhores e Piores do mês de agosto que passou voando! Vem assistir e entender cada um dos meus queridos ~ e não tão queridos assim!

É isso, meninas!

20ago/14

VÍDEO | Do ruivo acobreado ao loiro

BeautyBiaCabelosRuivoVídeos

Quem me acompanha nas redes sociais (twitter @eunaosouamelia e insta @biajiacomine) já sabe da mudança. Também andei comentando lá na fan page que voltei pro loiro. É gente, já vinha pensando nisso há um tempo, vocês bem sabem. Nesse final de semana tomei a decisão e comecei a mudar!

01

Como eu explico pra vocês no vídeo, deu muito, mas muito trabalho e ainda não está 100%. Ainda faltam alguns ajustes pra ficar completamente bom, do jeito que eu gosto. Mas descolorir é isso mesmo, é algo progressivo e, cá pra nós, retirar o cobre não é lá dos melhores trabalhos. Assiste ao vídeo que eu explico direitinho como foi!

Conforme prometido, abaixo estão os produtos que eu usei e falei no vídeo. Alguns eu vou falar melhor com o tempo, trazer as resenhas bem completas por aqui, mas se tiver alguma dúvida que eu puder ajudar, com certeza responderei pra vocês! Nem todos eu tenho aqui porque acabei jogando a embalagem fora, mas a lista está completa!

IMG_2657

  • Azeite de Oliva Extra Virgem
  • Dekap Color
  • Descolorante Yamá para cabelos pretos e vermelhos 300g
  • Água oxigenada 40 volumes Ametista Yamá 500 ml
  • Shampoo anti resíduos Yamá – não é bom pra uso normal, mas pro Soap Cap é ótimo!
  • Máscara Midollo di Bamboo Alfaparf Recharging Mask
  • Ampola  Midollo di Bamboo Alfaparf Cauterization Serum
  • Queratina Líquida Bio Extratus
  • Tintura Evolution Platinum Alfaparf 11.11
  • Tonalizante Color Wear Alfaparf  Castanho Acinzentado 5.1

17

Pra quem perguntou  a receita do Soap Cap, é a seguinte: 3 medidas iguais de água oxigenada, descolorante e shampoo anti resíduos. Ou seja, sempre 1:1:1. Pra cada colher de um, uma colher dos outros dois e assim vai, Aplica no cabelo e retira depois de 20 minutos.

Essa é a cor da água oxigenada Ametista que falei no vídeo. Bem roxa, né? Eu achei que no final das contas fez diferença sim! Procurei pelo pó dela, mas só achei em versão pequena. Vi que tem também shampoo e condicionador, já quero experimentar!

IMG_2658

Bem, pessoal. É isso! Boa sorte pra quem está na mesma luta!

Tags:
24jun/14

Yellow Bloom Argan Oil

BeautyBiaCabelosResenhas

Gente, desde que eu descolori meu cabelo, nunca mais as pontas foram as mesmas. Hoje é uma das poucas partes que ainda tem resquícios  de descoloração. Então nunca fica realmente bom quando eu faço chapinha, muito pelo contrário! hahaha Então estou sempre recorrendo aos óleos e finalizadores da vida. Esse é um deles.

De acordo com a marca:

Tratamento à base de óleo de argan para todos os tipos de cabelo. Com uma fórmula leve, ele pode ser usado até nos fios mais finos. É absorvido rapidamente, então não deixa o cabelo oleoso. Nutre, hidrata e restaura a vitalidade e maleabilidade, além de controlar o frizz, sem pesar.

Ação: Com Óleo de Argan, extraído da semente da fruta marroquina, que nutre e tem alto poder hidratante e antioxidante. Combate o envelhecimento dos fios e deixa um toque macio e gostoso, além de prevenir a formação de pontas duplas.

1estrela

A embalagem é imensa e isso é um ponto super positivo. Geralmente os  óleos vem em embalagens minúsculas que dá até pena de usar pra não acabar. Com isso, vem produto pra caramba! Pro meu cabelo que está curto é uma benção, vai durar a vida inteira! A tampa é de rosca ~ todas adora ~ e ele é bem consistente, precisa fazer força no potinho pra sair. Yay!

Ele é a base de Argan, mas tem também outros componentes que prometem brilho imediato e controle do frizz. Achei o cheiro dessa coisinha a coisa mais maravilhosa do mundo, meu Deus! Se existisse uma linha completa de banho/pós banho eu comprava e fazia a Xuxa no Monange. E persiste até mesmo depois de seco, bastante tempo após ter sido lavado.

Apresentação/embalagem: 1/5
Textura/ aplicação: 3/5
Pigmentação/ cobertura: N/A
Fixação/durabilidade: N/A
Preço: 1/5
Relação entre descrição e realidade: 1/5
Média: 1,5

Entenda como funciona a nota.

O que acontece é que pra mim não rolou. Ele deixa meu cabelo com aspecto de ensebado, mesmo com pouca quantidade. Também não achei que fez nenhuma melhoria em relação ao aspecto dos fios, nem mesmo ao frizz. Tentei de todas as formas, antes durante e depois de secar e até tudo junto. Não deu certo. O cabelo demorou super para absorver e era visível um óleo por ali. Tirando o cheiro que é coisa maravilhosa de Deus, não rola. Acaba que eu uso como um cheirinho extra quando eles ainda estão molhados. Assim perfuma sem pesar ~ mas também não faz mais nada.

Vi que ele custa em torno de R$120,00 e não vi dele pra vender aqui pelas bandas de JF.

Aviso

Tags:
24jun/14

Manual do ruivo | Tintas, tonalizantes e água oxigenada

BeautyBiaCabelosRuivoTAG

Aê! Chegamos no segundo post sobre cabelos ruivos (o primeiro está aqui)! Hoje vou falar pra vocês das tintas mais usadas, as opções de tonalizantes e ainda qual água oxigenada você deve escolher.

Existe basicamente duas opções de você chegar no ruivo: tingindo ou tonalizando. A diferença entre um e outro é a presença de amônia no produto. Valem lembrar que nem todos os tons de cabelo “abrem” com tonalizante, conforma eu tinha falado no outro post. Mas é bom saber sobre tonalizantes porque eles irão te salvar entre um retoque e outro.

TINTURA

Existem milhares do colorações avermelhadas no mercado, mas os tons de cobre ainda são os mais carentes de produto. Nem todas as lojas trabalham com as melhores marcas e a gente acaba ficando sem opção. Mas algumas são as queridinhas das ruivas de plantão e chegam nos tons mais naturais.

TINTURAS

Essas são as tintas mais “famosas”, digamos assim Tem também as da Keune e Italy Color, mas são ainda mais difíceis de achar. A numeração não varia disso. Nesse post sobre tonalizantes, tem maiores informações sobre as terminações das tinturas.

A ÁGUA OXIGENADA

Por mais que ela pareça ter um papel secundário na coloração, é ela que vai fazer com que a tinta realmente se fixe no seu cabelo e ainda determinar o tom. Quanto maior o volume, maior a perda de pigmentos, água e proteína dos fios. Isso significa que, maiores volumes clareiam mais, mas também danificam mais.

tabela

* Cabelos acima de castanho médio podem precisar de uma volumagem maior para abrir o tom

Enquanto a de 20 volumes é a mais usada para escurecer e/ou clarear com tinturas normais, inclusive as avermelhadas, a de 40 é a menos indicada nos tons acobreados por abrirem demais, facilitando ainda o desbotamento por conta da porosidade dos fios. Eu uso sempre a de 30 porque a minha tinta é mais vermelha do que eu gostaria, mas é importante seguir as recomendações do fabricante pra não ter erro!

Sabendo da potência de cada uma, você pode deixar a tinta mais clara ou mais escura. A de 10 volumes fica por conta dos tonalizantes e banhos de brilho. Geralmente,  muitos deles usam Emulsão Reveladora que costuma ter volume 9, sendo ainda mais fraca, fixando bem superficialmente nos fios.

TONALIZANTE

Bem, a escolha do tonalizante vai depender do tom do seu cabelo, seja ele natural ou tingido. Se for natural, pode alterar a cor por completo se os fios forem claros, ou apenas dar nuances se forem mais escuros. Já no caso dos tingidos, ele pode até corrigir o tom errado da coloração, deixando mais laranja ou mais vermelho, de acordo com a sua vontade. os mais famosos são:

Eu já usei o da Keraton e tenho vontade de experimentar o do Celso Kamura. Mas no meu caso, só uso mesmo para manutenção da cor, porque pinto o cabelo inteiro toda vez que preciso retocar a raiz.

No próximo e último post da série, vamos falar sobre os erros mais comuns de quem quer pintar o cabelo de ruivo, sobrancelhas e cuidados para manutenção da cor! Até lá, pessoa! ;*

Tags:
09jan/14

Os melhores de 2013

BeautyBiaCabelosEsmalteFavoritos do mêsLivrosMaquiagemResenhasTutorialUnhas

Ainda no clima retrospectiva da vida, elegi os melhores em alguns aspectos do ano de 2013. Vou listar aqui pra vocês e fazer um breve resumo sobre cada um. Acho que usei bastante coisa, mas só algumas me cativaram de verdade e trouxe só o que comprei/compraria de novo. Vamos lá!

MAQUIAGEM

O blush mais lindo do ano foi sem dúvida o Dainty da MAC. Uso com qualquer maquiagem sem medo de pesar ou ficar artificial. E mesmo assim está praticamente intacto, um excelente produto.

Blush_Dainty_MAC (9)

O primer babadeiro de 2013 foi o da Too Faced, Shadow Insurance. Com ele, a sombra adere por mais tempo e consigo esfumá-la perfeitamente, sem acúmulo nas dobrinhas. É outro que uso, uso e não se acaba ~ ainda bem!

Batom confesso que senti uma ligeira dúvida, mas logo passou quando olhei pra ele novamente: Candy Yum Yum da MAC. Cor linda, fixação incrível, textura perfeita. Só amores..

A base não poderia deixar de ser a minha queridinha Timewise da Mary Kay. Recomendo pra todo mundo, qualquer idade, qualquer tipo de pele. Acabamento matte e cobertura média/alta, mas que dá pra usar perfeitamente durante o dia. Sou a-p-a-i-x-o-n-a-d-a por ela!

UNHAS

O esmalte mais bonito foi o o Laís da Belíssima. Até hoje quando uso alguém me pára pra perguntar qual é. Um rosa lindo e que me deixa animada só de usá-lo!

Já como base eu não poderia deixar de eleger a fortalecedora com queratina da Blant. Realmente senti diferença em relação ao crescimento e fortalecimento das unhas com ela. É uma querida!

Se tem uma coisa que eu não poderia deixar de mencionar é o produto inovador de retirar esmaltes, a esponja removedora da Blant. Gente, não vivo sem mais! Estou até preparando um D.I.Y. pra vocês porque isso é vida, praticidade de amor!

CABELOS

Um caso de amor ao primeiro uso foi a ampola TRESemmé de reconstrução imediata. Sempre que meus fios estão meio ressecados eu apelo pra esse tipo de produto. Acho quer são mais concentrados, por isso fazem efeito mais rápido e mais aparente. Adoro!

A linha da Truss também foi uma perfeição só. Nunca vi tanto brilho pra um cabelo só, ainda mais depois de lavar em casa! É uma linha profissional que vale muito o investimento.

O óleo Garnier Fructis também ganhou lugar cativo no meu coração. Já estou no segundo vidro e o próximo vai ser aquele liso marroquino. Amo, amo amo!

A descoberta platinada do ano foi o tonalizante da Alfaparf. Pra quem gosta de deixar os fios bem clarinhos é uma excelente opção!

color_wear_10 (32)

TUTORIAL

Ah… quase morri quando aprendi isso e precisava compartilhar, vocês se lembram? Não poderia deixar de dizer que o tutorial do ano foi o de cachos com a chapinha mega fácil #biaorgulhosa

LIVRO

Sem dúvida o Wreck this Journal foi o livro mais legal de uma vida inteira! Ainda não acabei o meu e assim que o fizer mostro em vídeo pra vocês!

E vocês? Quais foram os seus favoritos de 2013? Algum desses também? Me conta!

12dez/13

Shampoo Alfaparf Precious Oil Tradition

BeautyBiaCabelosResenhas

Shampoo óleo? Oi?  Pois é. Realmente, quando você pega vê a diferença já no vidro. É mais fluido, meio cara de óleo ~ por que será, né?. O Cheiro é i-n-c-r-í-v-e-l! Tem cheiro de tudo o que é feito de pêssego ~ vulgo aroma artificial ~ menos de pêssego. Por ser transparente, fica responsável pela limpeza e controle de fios rebeldes.

PRECIOUSOLEOALFAPARF (6)

” Shampoo em óleo sem sulfato que combina uma delicada ação detergente com um intenso efeito desembaraçador e disciplinante, deixando os cabelos macios, suaves e extremamente fáceis de pentear. Sua fórmula especial contém Óleo de Pequi e Óleo de Figo da Índia, pra uma limpeza profunda dos cabelos e do couro cabeludo, eliminando as impurezas sem agredí-lo e sem alterar seu delicado equilíbrio. Sem parabenos, parafinas e alergênicos..”

Uma outra coisa bacana é que ele é feito sem sulfato. Não sei se é por ser shampoo-óleo, mas achei que quase não faz espuma, mesmo na segunda lavagem. Mas em compensação, não tive aquela sensação de cabelo ressecado depois de shampoo de limpeza. Sobre isso, me incomoda um pouco, apesar de não estar sujo, sinto sempre que não foi bem lavado…

Em relação ao frizz, não vi diferença significativa, mas uma leve melhora. Não senti também alteração na oleosidade por ser de textura diferente. Deixou meu cabelo bem brilhoso, mas principalmente a porção sem química, na outra foi marromenos. O cheiro delícia vai embora quando seca e fiquei bem frustrada com isso ~ porque cabelo cheiroso pra mim é obrigação! No final das contas, não gostei muito não. Custa R$45,00 e pra mim não compensa o resultado.

Aviso

Tags:
24set/13

Tonalizante Color Wear Alfaparf 10.02 Louro Extra Claro Puro Irise + meu cabelo novo

BeautyBiaCabelosDicasResenhas

Bem, agora que vocês conseguiram ler o título todo, vamos ao post!  Como vocês sabem, eu gosto mesmo é do loiro branco! Mas já faz um tempo que venho tentando deixar meu cabelo mais saudável. No final das contas, sempre volto pro loiro… Na verdade, eu queria que minhas californianas ficassem em um tom mel, mas não ficou e eu saí do salão me sentindo uma das irmãs metralha do Bonde das Maravilhas  ~ nada contra, mas não gosto desse tom pra mim. Depois de muito cortar, clarear, mexer, subir as mechas AND tonalizar, descobri um pequeno milagre!

Meu cabelo novo! Curto, loiro macio!

Quem já tentou comprar o Richesse aqui em Juiz de Fora sabe o perrengue que é. Então eu precisava encontrar outro produto que fizesse o mesmo efeito e que fosse mais fácil de achar. Resolvi investir no Color Wear da Alfaparf e olha… adorei o resultado!

Agora as mechas estão mais pras pontas na parte de trás e o corte novo deu mais leveza e movimento. Quando eu faço cachos, ele fica mais curtinho, do jeito que eu queria mesmo. Mas vamos ao que interessa, o Color Wear!

color_wear_10 (3)

É um tonalizante sem amônia no mesmo esquema do Richesse e o resultado é um pouco diferente. Usei a cor 10.02 com emulsão reveladora de 10 volumes.  Nas fotos acima, fiz banho de brilho em vez de aplicar o tonalizante direto, já explico pra vocês como é isso.

No Color Wear, o tom do cabelo fica platinado, mas não fica branco, entende? Ele quebra o amarelado, mas não deixa com aspecto “envelhecido” como vocês disseram do Richesse. Na matização, eu fiz com cabelo úmido e dividi o tubo em três partes (tem a marcação pra ajudar), usando só uma. Fiz a mesma coisa com a água oxigenada, mas na caixa tem todas as especificações, não se preocupem.

No banho de brilho, deixei 10 minutos nos fios perto da nuca e 7 nos de cima pra não ter chances de chumbar. Como durou apenas 4 lavagens, fiz a matização completa com água oxigenada de 10 volumes também, mas deixei um pouco mais, 15 minutos no cabelo todo, prestando atenção pra não deixar chumbar. Depois lavei só com água e depois usei ampola.

Já lavei duas vezes desde que matizei e ainda não percebi alteração da cor. Achei que os fios mais claros ficaram um pouco mais frágeis, provavelmente por conta  da água oxigenada. A foto abaixo é um antes e depois do banho de brilho:

Muita diferença, né? Mas dá pra reparar que mais próximo da raiz não clareou tanto, justamente porque antes também estava menos claro. Não tem amônia, né gata? Já a foto abaixo foi depois da matização:

Perdão pelo cabelo bagunçado, mas tô adorando usar ele assim!

Parece que no banho de brilho ficou mais claro, mas na verdade não foi bem isso o que aconteceu. A iluminação do dia do banho de brilho estava mais intensa e direcionada. Eu gostei muito, principalmente porque não chumbou e não chegou nem perto disso, mas achei o Richesse mais potente – e mais difícil de usar, precisa realmente ficar atento. Mas é uma excelente alternativa. Comprei na Mega Vale e foi R$17,30.

Algumas considerações:

  1. Para fazer o banho de brilho: 2 colheres de sopa de creme branco (qualquer creme de cabelo, gata!) + meio tubo de tonalizante sem amônia irisado ou acinzentado + 1 colher de sopa de água oxigenada 10 volumes. Faça a mistura e aplique nos cabelos previamente lavados e secos, no máximo 10 minutos, tomando conta pra não chumbar. É ideal pra fazer no dia em que você descoloriu, porque matiza com chances mínimas de chumbar. No meu cabelo, durou 4 lavagens – é importante saber que o jeito de lavar influencia. Esse é o melhor jeito. Após o banho de brilho, apenas enxágue bem com água e use, se necessário, condicionador.
  2. Como não tem amônia, não adianta passar no cabelo que não foi previamente descolorido antes poque não haverá alteração da cor! Da mesma forma, caso esteja amarelado/alaranjado por conta de tintura ou tonalizante anterior, também não vai mudar.
  3. O tempo de pausa deve ser observado e em cada pessoa é de uma forma. Comigo, consegui deixar 15 minutos o Color Wear sem problemas, mas com o Richesse 8 já deixou chumbado.
  4. Vocês podem ver principalmente pela última foto que, onde estava alaranjado por conta de pouca descoloração, o tonalizante não fez milagre. Amenizou, mas não clareou.

E vocês? Já usaram o Color Wear?

15ago/12

Minhas luzes – produtos utilizados

BiaCabelosVídeos

Finalmente! Perdão pela demora, mas tinha feito um vídeo tão grande que nem editando ia ter solução – sabe como é, a pessoa fala muito! Então eu fiz outro mais focado, ficou bem melhor!

No vídeo eu explico tudo direitinho, mas resolvi listar aqui as perguntas respondidas e os produtos utilizados. Se alguém ainda tiver dúvidas é só perguntar!

  • Onde eu faço minhas luzes?
  • Qual o grau de de dificuldade?
  • O que você usa, qual o material?
  • Como chegar nesse tom?
  • E a manutenção?

Esses são os materiais que citei no vídeo:

Pronto! Agora é só assistir ao vídeo e saber tudinho! ;*

 

Tags: