Ugly Sneakers – o que é e como usar

Caneta SOS Cutículas Perfeitas Granado Pink

Livro Por Todas Nós da Ellora Haonne

CC Cream Siàge Reconstrói os Fios EUDORA

Apps para deixar seus stories lindos

Fazer unhas sem tirar cutícula

Ajudinha pra secar o esmalte

Cupom de desconto Ui! Gafas

Minha experiência com a Gimultimarcas | Melissa Daikanyama

Categoria: Livros

04set/18

Livro Por Todas Nós da Ellora Haonne

Livros

Há um tempo no YouTube e com muita personalidade, Ellora Haonne sempre falou sobre feminismo, aceitação e muitas outras questões ainda polêmicas e que precisam de discussão. Esse ano ela lançou um livro que, de acordo com ela, são “conselhos que não recebi sobre luta, amor e ser mulher”. Como esse ano me propus a ler mais, principalmente aqueles que pudessem acrescentar algo na minha vida, comprei o livro Por Todas Nós da Ellora Haonne.

Esse é aquele tipo de livro que toda garota deveria ler. No entanto, se você for um pouquinho mais velha ou se já tiver se questionado em algum momento da sua vida sobre as pressões que nós mulheres sofremos, pode ser que você ache o livro um pouquinho repetitivo em alguns aspectos.

O QUE EU ACHEI DO LIVRO POR TODAS NÓS DA ELLORA HAONNE

Eu confesso que comprei esse livro pra além da Ellora, que é uma pessoa que que admiro muito nas redes e o discurso dela já me fez questionar muitas coisas ~ obrigada, mana! Eu mesma tenho várias questões e busco bastante esse tipo de literatura. O livro, ao meu  ver, é, apesar do pronome indefinido “todas”, mais voltado para a parcela mais jovem. Ellora traz assuntos acerca da sua própria vivência, o que faz com que tenhamos identificação com ela e uma aproximação maior da realidade e alguns assuntos são abordados com clareza pra quem de repente nunca vivenciou aquilo.

Eu grifei inúmeras falas que me representam muito e dizem bastante sobre coisas que preciso refletir. Foi um livro que reforçou em mim a vontade de empoderar a mulher que sou para me tornar a mulher que posso e quero ser. De fato, tive vontade de dizer pra todas as mulheres que estamos juntas. Pra quem conhece a Ellora nas redes, também foi legal saber um pouco mais da história dela e ver que todo mundo te problemas e que muitas vezes eles se parecem. A ideia do livro é dizer que “tá tudo bem”, dar um conforto e te lembrar que você não tá sozinha. Eu só achei que muitas vezes eu estava lendo o mesmo parágrafo, em capítulos diferentes, só que parafraseado.

O livro também tem uma diagramação muito diferente, algo que muitas vezes lembra um caderno de anotações. Tem texto na horizontal, lettering, texto com letra cursiva e na vertical, tudo na mesma página. Isso confunde um pouco e tira a fluidez da leitura. Uma outra parte que eu não gostei muito foi o “conteúdo interativo” bastante presente ao longo das páginas. Em todo capítulo tem em mais de um momento uma parte da folha pra você completar/escrever/desenhar. Talvez por achar que ela tivesse muita capacidade de explorar tal assunto que ela fala tão bem eu tenha ficado frustrada. Senti como se aquilo estivesse enchendo linguiça, sabe como? Mas é o que eu falei, talvez isso agrade muito ao público mais jovem.

“É louco como nos esforçamos para ser gentis e educadas com todo mundo, com exceção da gente. Falamos coisas para nós mesmas que jamais falaríamos pra ninguém” Livro Por Todas Nós da Ellora Haonne

É um livro que vale à pena, embora eu não tenha aproveitado todo ele. Faz a gente pensar, ver algumas coisas por uma ótica diferente, se questionar acerca do que a gente engole como certo e que nem sempre é bem assim. É bacana também pra praticar e desenvolver o amor próprio e entender que “tá tudo bem” se afastar do que é prejudicial pra gente. No mais, acho que o preço que está agora tá bem acessível. Paguei R$29,90 na Saraiva e hoje custa R$18,00.

Se você curte posts sobre livros, dá uma olhada aqui!

Tags:
15ago/18

Livro Produtividade Máxima da Tamara Schwambach Kano Myles

LivrosVídeos

Eu falo bastante sobre organização e produtividade aqui e no canal porque é um assunto que me interessa muito. Estou sempre buscando saber mais porque quero aproveitar melhor o meu  tempo, aprender a controlar meus horários a fim de poder dar conta dos meus deveres, mas também conseguir conciliar tempo de lazer e descanso. No meio dessa busca, encontrei o Livro Produtividade Máxima da Tamara Schwambach Kano Myles que fez uma diferença enorme na minha vida. Fiz uma resenha bem completa pra você saber mais sobre esse livro tão bacana!

APERTE O PLAY PRA SABER O QUE EU ACHEI DO LIVRO PRODUTIVIDADE MÁXIMA DA TAMARA SCHWAMBACH KANO MYLES

Gostaram? Se você conhece algum livro desse tipo, divide comigo! Eu gosto muito de livros que acrescentam na vida da gente, sabe? E se você também gosta desse tipo de assunto, dá uma olhada nessa playlist sobre Organização e Produtividade do meu canal!

12mar/18

Diário em Tópicos – guia prático

Livros

Desde que eu vi esse livro Diário em Tópicos – guia prático, sobre o famoso Bullet Journal que eu fiquei com muita vontade de comprar. E foi ótimo porque além de lindo e inspirador, ele me ajudou a ser mais organizada com a minha rotina e fazer meu próprio Bullet, só que de outra maneira. Esse é definitivamente o melhor livro que eu já vi sobre o assunto ~ até achei alguns em inglês, mas eram complicados demais e sem graça, confesso. 

É uma mistura de agenda, diário e lista de afazeres que virou febre na internet entre as pessoas que querem organizar sua vida de um jeito criativo. Também conhecido como Dot Journal e Bullet Journal, o diário em tópicos reúne em um único caderno tudo aquilo que você considera importante – compromissos, tarefas, eventos, pensamentos, metas e o que mais desejar. Você pode escrever sobre todos os aspectos da sua vida, como trabalho, relacionamentos, saúde, finanças e lazer. A ideia é usar frases curtas para não perder muito tempo e encontrar suas anotações com facilidade.

O QUE EU ACHEI DO DIÁRIO EM TÓPICOS – GUIA PRÁTICO

Gravei um vídeo mostrando detalhadamente o livro e o que ele aborda, quais as coisas vocês podem encontrar nele. Também mostrei pra vocês o meu Bullet Journal que esse ano está sendo uma espécie de diário ~ no vídeo vocês vão entender melhor! Mesmo que sua ideia não seja fazer um Bullet Journal agora, do zero, esse livro vai te ajudar a entender como funciona um Diário em Tópicos e ainda abrir sua mente pra outras maneiras de organização e escrita.

Fiz também algumas fotos do Diário em Tópicos – guia prático pra vocês verem que lindeza de livro e te dar algumas ideias pra você usar no seu dia a dia, no seu planner e na sua agenda.

Eu comprei na Saraiva e paguei R$23,90 na época. No site da Sextante tem mais informações e até um hotsite super lindo falando mais sobre o livro. No YouTube eu já ensinei como fazer seu próprio Bullet Journal e também tenho uma pasta no Pinterest só sobre Bullet Journal pra vocês se inspirarem e terem algumas ideias do que registrar, layout de página, legenda e etc. Só me seguir por lá que eu tô sempre atualizando!

05mar/18

A Sutil Arte de Ligar o F*da-se

Livros

Um livro com o título A Sutil Arte de Ligar o F*da-se é no mínimo atrevido, não é mesmo? Fiquei muito curiosa quando comecei a ver imagens dele pela internet e não resisti: comprei meu exemplar. Ele é um livro bem diferente ~ nota-se pelo título ~ e é daqueles que a gente grifa várias e várias páginas pra reler depois e não se esquecer das lições.

Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço.
Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva — sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e a sutil arte de ligar o f*da-se.
Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão.
Para os céticos e os descrentes, mas também para os amantes do gênero, enfim uma abordagem franca e inteligente que vai ajudar você a descobrir o que é realmente importante na sua vida, e f*da-se o resto. Livre-se agora da felicidade maquiada e superficial e abrace esta arte verdadeiramente transformadora.

Por incrível que pareça, ele é sim um livro de autoajuda e faz isso de uma forma muito surpreendente: apontando o dedo na sua cara e dizendo que você não tem nada de especial, muito pelo contrário! Sofre e se dá mal como todo mundo. Mark faz uma revolução na forma com que enxergamos a vida e principalmente os efeitos e as consequências de dias e sentimentos ruins. Pra ele, você é o único responsável pela forma com que escolhe agir diante de qualquer coisa na sua vida. Preparados pra assumir a responsabilidade dos seus atos?

Formato(s) de venda: livro, e-book
Tradução: Joana Faro
Páginas: 224
Gênero: Não Ficção
Formato: 14 x 21 x 1,7
ISBN: 978-85-510-0249-0
E-ISBN: 978-85-510-0250-6
Lançamento: 06/11/2017

Eu comprei A Sutil Arte de Ligar o F*da-se no site da Amazon e chegou super rápido, custou uns 20 e poucos reais. No site da Intrínseca tem mais informações sobre o livro e onde encontrar. E vocês, já leram?

14fev/18

Tartarugas até lá embaixo | resenha

Livros

Desde que recebi esse livro da Intrínseca só ouvi elogios. Tartarugas até lá embaixo é o novo livro do John Green, aquele que escreveu A culpa é das Estrelas e Cidades de Papel entre outros e traz uma história tão fácil e gostosa de acompanhar que a gente praticamente devora o livro. É simples, mas é cheio de humanidade, sabe?

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância -, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.

Como já era de se esperar, Tartarugas até lá embaixo é cheio de citações e frases marcantes e que dão mais profundidade aos personagens ~ aliás, eles são sempre tão cativantes! São simples, mas fazem a gente se colocar no lugar e conseguir viver o que se passa. A maneira com que o autor trata de assuntos sérios para jovens é incrível, como no caso desse livro onde John Green aborda o TOC de uma forma que qualquer pessoa consegue entender. A gente se sente envolvido com o drama e consegue enxergar através de diferentes perspectivas. Fiz uma resenha bem sincera, aperta o play pra você ver!

Formato(s) de venda: livro, e-book
Tradução: Ana Rodrigues
Páginas: 256
Gênero: Ficção
Formato: 14 x 21 x 1,4
Lançamento: 10/10/2017

No site da Intrínseca tem mais informações sobre preço e onde comprar. E vocês, gostaram do livro?

20ago/16

5 livros de ficção pra quem gosta de psicologia | VEDA

LivrosPsicologiaVídeos

Olha quem voltou indicando coisas lindas e legais de psicologia! Sempre que eu faço um vídeo sobre o assunto, vocês me pedem pra falar sobre algo relacionado. Dessa vez eu selecionei alguns dos milhares de livros que existem nesse mundo lindo e que abordam ~ direta ou indiretamente ~ o tema psicologia. Tem livro pra todos os gostos e com intensidades diferentes, então tenho certeza de que algum deles você vai gostar muito!

Clique em PLAY para assistir ao vídeo!


Os livros citados foram:

  • Dexter – a mão esquerda de Deus | Jeff Lindsay
  • Mrs. Dalloway | Virginia Woolf
  • Dom Casmurro | Machado de Assis
  • O lobo mau no divã | Laura James
  • O lado bom da vida | Matthew quick

E vocês, gostam de mais algum que não tá por aqui? Me indica porque eu AMO ler livros, ainda mais se forem sobre psicologia!

12maio/16

5 filmes que eram livros

LivrosLyfestyle

Eu sei que nesse mundo do entretenimento a gente tem dois tipos de pessoas: as que preferem os livros e as que preferem os filmes. E se a gente puder juntar as duas coisas? Pensando nisso, fiz uma lista com filmes que eram livros e que agora tem suas adaptações para as telonas e deixar todo mundo feliz!

Eu particularmente prefiro ler os livros antes de ver os filmes. Na maioria das vezes eles ão mais completos e com isso eu posso criar minha própria versão dos personagens e quando assisto ao filme só reconstruo as cenas na minha cabeça. Embora haja algumas pequenas exceções onde o filme ficou melhor que o livro, como no caso de A Culpa é das Estrelas, por exemplo. Eu achei que o filme deixou somente o necessário, cortando boa parte da enrolação que eu senti ao ler o livro ~ pra entender do que eu tô falando, aqui tem resenha sobre ele!

Mas pra quem tem preguiça de ler o livro ou estava ansioso pra ver sua leitura favorita no cinema, aí vai uma lista bem caprichada de 5 filmes que eram livros!

O SILÊNCIO DOS INOCENTES

 photo desde_zps9nhauffa.jpg

Sim, pra quem é super fã do filme mas não fazia a menor ideia de antes era um livro, aqui etá a maior surpresa. O livro original de Thomas Harris inspirou o longa estrelado pelo meu querido Anthony Hopkins. Pra quem está totalmente perdido, esse filme é um dos clássicos sobre assassinos em série e tem toda uma trama de FBI e pasmem: canibalismo!

O silêncio dos Inocentes – R$15,oo – Compre aqui

JOGOS VORAZES

 photo dddff_zpsolardzjv.jpg

A saga de Katniss, Peeta e Gale pode ser encontrada na versão literária escrita por  Suzanne Collins. Embora a narrativa seja ligeiramente diferente, ambos contam a história de uma adolescente de 16 anos que lutará literalmente para salvar onde vive.

Jogos Vorazes Trilogia – R$66,50 – Compre aqui

CLUBE DA LUTA

 photo 4_zpsfdus9oic.jpg

O famoso filme com o queridinho Brad Pitt é inspirado no romance homônimo de Chuck Palahniuk e traz a história de um homem que entra para um clube da luta para desafogar os problemas da vida e no final a gente fica meio atordoado. Mas olha, só as cenas de Brad sem camisa valem todo a confusão mental que a gente sente!

Clube da Luta – R$20,70 – Compre aqui

A PELE QUE HABITO

 photo a-pele-que-hsssabito_zps9lissw5c.jpg

Aquele filme chocante que deixa qualquer pessoa nervosa depois de assistir foi baseado no romance de Thierry Jonquet. A história se desenrola através da vida de um cirurgião plástico obcecado em recriar a pele humana em laboratório. No meio disso, alguns eventos ocorrem e o médico tem a oportunidade de testar a qualquer custo seu experimento em seres humanos. O resultado? Uma dor de cabeça gigantesca por dias depois do filme acabar e um sentimento perturbador!

ILHA DO MEDO

 photo ddgr_zpscigz6dmx.jpg

O filme que estrela Leonardo di Caprio tem origem no livro de Dennis Lehane.  Durante o filme rola uma investigação da fuga de uma interna do Hospital Psiquiátrico Ashecliffee todo enredo é de surpreender e tirar o fôlego.

Ilha do medo – R$42,90 – Compre aqui

E vocês? Sabiam que esses excelentes filmes eram na verdade livros? E me contem aí, qual outro vocês gostam e estão só esperando virar filminho ~ me conta também mais filmes que eram livros antes!

Tags:
25jan/16

Resenha | Roube como um Artista – Austin Kleon

BiaLivrosResenhas

Eu sou aquele tipo de pessoa que ama tudo que incentiva a criatividade ~ porque tem dias que a gente não consegue encontrar inspiração em lugar nenhum né? Quando conheci esse livro, o Roube Como um Artista do Austin Kleon, minha vida mudou! Ele me fez ver criatividade em coisas que eu jamais esperaria.

É um livro divertido, rápido de ler e com leitura fluida. Apesar no nome inusitado ~ “Roube Como um Artista” não parece um manual para roubar direito, sem deixar pistas? ~ é daquele tipo de livro que a gente tem vontade de deixar na cabeceira e ler todos os dias ao acordar. O meu tem marcações do início ao fim, só com coisas que fizeram toda a diferença no meu modo de pensar e ver as coisas.

 photo ROUBECOMOUMARTISTA_zpsy6landwc.jpg photo ROUBECOMOUMARTISTA04_zpsmpro87xd.jpg

Além do livro, vi que lançaram também um Diário, algo pra que você faça suas anotações, como o próprio autor sugere. Me pareceu bem bacana, mas eu não vi pessoalmente, então não sei dizer se ele te orienta ou se são só paginas em branco mesmo.

Independente disso, sinto que eu fiquei muito mais atenta, sabe? Agora, vejo as coisas com olhos de quem se pergunta se tal coisa vale ser guardada como inspiração ou não. Também criei meu próprio “Arquivo de Furtos” como ele disse e, quando bate o branco criativo, recorro a ele pra ter algumas inspirações pra mim.

 photo ROUBECOMOUMARTISTA02_zpsqxap6tb5.jpg photo ROUBECOMOUMARTISTA03_zpsgoqqsb7x.jpg photo ROUBECOMOUMARTISTA01_zps8yalif80.jpg

ISBN: 9788532528421

Páginas: 160

Editora: Rocco

Pra saber o que mais eu achei desse livro incrível e cheio de ideias motivadoras, é só assistir ao vídeo abaixo!

Tags:
18maio/15

Livro | Morando Sozinha – tudo que você precisa saber para ter uma vida independente

BiaLivrosLyfestyleResenhas

 photo morando sozinha 1_zpszdbe4ujb.jpg

Hoje a resenha é de um dos melhores livros que eu já li, o Morando Sozinha. Não é porque a Fran é minha amiga, nem porque eu recebi o livro, mas porque é realmente um produto incrível e muito bem feito em todos os aspectos. Apesar de ser um livro sobre “morar sozinha”, ele tem dicas e passagens que servem pra todo mundo, até mesmo pra quem não vai passar por isso tão cedo.

 photo morando sozinha 5_zpslwfbprmg.jpg photo morando sozinha 8_zpssx1oumdq.jpg

O foco, ao meu ver, não é necessariamente pra quem quer sair de casa, mas sim pra quem quer ter independência na vida e te dá um bom choque de realidade, colocando todas as dificuldades na mesa pra que você saiba exatamente onde está se metendo. Mas tudo isso é feito de uma forma muito prazerosa de ler, como se uma amiga experiente estivesse conversando com você, quase te dando um conselho.

 photo morando sozinha 3_zpsldale3vf.jpg

Título: Morando Sozinha
Subtítulo: Tudo Que Você Precisa Saber Para Ter Uma Vida Independente
Autor: Fran Guarnieri
Editora: BelasLetras
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 160 páginas
ISBN: 978-85-8174-211-3
Dimensões: 210mm x 150mm

 photo morando sozinha 11_zpscgkikeh7.jpg

Eu li o livro todo em um dia. Primeiro porque ele é muito fluido e realmente interessante. A Fran mescla dicas com passagens da sua vida que servem não só pra exemplificar o que ela acabou de dizer, mas também pra nos trazer pra perto, como descrito perfeitamente no livro: (dicas da) sua irmã mais velha. Segundo porque o livro é lindo, é todo rosinha por dentro e é cheio de fotos e artes lindas que são a cara da Fran. Eu, que a conheço, pude reconhecer cada detalhe dentro dele, a dedicação impecável dela.

 photo morando sozinha 2_zpsdiulcnum.jpg photo morando sozinha 6_zpsvzxzca68.jpg

O livro conta a experiência dela desde o momento em que decidiu sair de casa pela primeira vez e tudo o que ela passou, tanto de bom, quanto de ruim, mostrando o que ela fez diferente na segunda vez e que de fato deu certo. No livro você também tem acesso a coisas que a gente não costuma encontrar informações com facilidade: o que é preciso para alugar um apartamento, devo comprar ou alugar?, o que não pode faltar na sua casa e o que você pode comprar aos poucos, como se organizar financeiramente e muito mais. Pra quem já ouviu falar, mas não sabe ainda como funciona, tem uma explicação pra lá de completa sobre o famoso Caderninho da Organização.

 photo morando sozinha 7_zpsmlik1pcx.jpg photo morando sozinha 13_zpsvomg1ely.jpg

“No dia em que eu saí de casa o meu pai me disse: ‘Filha, você tem dinheiro?’” Morar sozinha pode ser incrível. Mas para ter uma vida independente é preciso se planejar também. Em Morando Sozinha, a blogueira Fran Guarnieri ensina o passo a passo para ser feliz e não depender mais de ninguém, contando suas histórias engraçadas e inusitadas desde que decidiu sair de casa, aos dezoito anos. Saiba aqui como desde escolher o melhor lugar para morar até a como resolver problemas do cotidiano. Trocar o botijão de gás a cada século ou ir à padaria para comprar só um pãozinho pode ser divertido e inesquecível!
 photo morando sozinha 9_zpsxkafvzt0.jpg photo morando sozinha 17_zpsjqk0gmi9.jpg

É um livro completo, gostoso de ler e que tem todas as informações que você precisa pra se aventurar nesse mundo. Eu, que sonho em um dia ter a minha própria casa, fiquei ainda mais ansiosa pra esse dia chegar e confesso que me senti até mais segura pra lidar com isso, embora tenha repensado algumas coisas porque não fazia noção da quantidade de responsabilidades que realmente pesam e que serão só suas agora. Como a Fran mesmo diz em seu livro, a gente deve pensar os motivos pelos quais queremos sair de casa. Ela exemplifica com a história da menina que quer casar: ela quer pela festa, pelas daminhas e o vestido de noiva, não necessariamente quer ter uma nova família, assumir responsabilidades de dona de casa com marido e filhos.

 photo morando sozinha 10_zpslcesiqff.jpg

Morando Sozinha é o livro obrigatório de toda garota que sonha com sua própria casa, que está passando por isso ou que irá passar em breve. Sem falar que é a coisa mais linda e que depois de mudar sua vida, ainda enfeita sua prateleira. Parabéns, amiga. Que orgulho desse livro lindo!

06maio/15

Resenha de Livro | O mundo Amarelo – Albert Espinosa

BiaLivrosLyfestyle

Sabe quele livro que te chama a atenção, assim, de forma despretensiosa? Aí você vai, lê a sinopse e resolve levar pra casa. Eu tenho uma amiga (beijo, Jacque!) que é a pessoa mais positiva que eu conheço. Tudo com ela é só pensar positivo que tudo dará certo. Quando meu relacionamento chegou ao fim ano retrasado, fiquei mais propensa a gostar de livros com essa filosofia. Foi aí que encontrei O mundo Amarelo do Albert Espinosa.

 photo o mundo amarelo - albert espinosa 3_zps8hql4yjr.jpg

Sinopse

“Aos treze anos, Albert Espinosa foi diagnosticado com câncer, algo que mudou sua vida para sempre. Aos catorze, sua perna esquerda teve de ser amputada. Aos dezesseis, o pulmão esquerdo foi removido, e ele tinha dezoito quando parte de seu fígado foi retirado. Quando finalmente disseram que ele estava curado, depois de dez anos entrando e saindo de hospitais, Albert percebeu que havia aprendido uma lição com a doença: triste não é morrer, mas não saber viver. Albert Espinosa nunca quis escrever um livro sobre o câncer. Em vez disso, ele escreveu um livro sobre o mundo amarelo. […] Albert Espinosa venceu diversas batalhas contra a morte, e é por isso que suas histórias são tão cheias de vida. Ele é poderoso porque nunca desiste. E, como último recurso, ele negocia: trocou uma perna e um pulmão pela vida. Ele aprendeu a perder para ganhar. E sua maior esperança é que, depois de ter lido este livro, você saia em busca de seu mundo amarelo.”

 photo o mundo amarelo - albert espinosa 11_zpskzbe1fcr.jpg

Então, parece triste e pesado, mas não é. Até porque, o autor fala do câncer de forma muito natural e suave, como quem narra uma viagem para um lugar que nunca havia ido antes. Não dá pra se sentir mal por ele, o astral que ele tem realmente é passado pelas páginas. O livro todo é baseado em suas experiências com a doença e muitos episódios se passam dentro do hospital, entre um diagnóstico e outro. Mas olha, te garanto que, apesar da palavra câncer aparecer com frequência, o livro não é sobre ele ou alguma autoajuda sobre.

 photo o mundo amarelo - albert espinosa 14_zpspeqg0qrw.jpg

Pode-se dizer que o livro contém ensinamentos baseados em experiências difíceis e dolorosas, daqueles que fazem a vida ser mais leve. Você não precisa passar por algo do tipo para aprender a lidar com situações difíceis. Acho que foi o livro que fiz mais marcações até hoje! Gostei muito da maneira simples e direta do autor, me senti como alguém que ouve o que um amigo ~ ou amarelo ~ tem a dizer sobre o que pensa da vida.

Título: O Mundo Amarelo
Autor: Albert Espinosa
Editora: Verus Editora
Edição: 1
Ano: 2013
Idioma: Portugues
Especificações: Brochura | 160 páginas
ISBN: 978-85-7686-240-6
Dimensões: 210mm x 140mm

É daquele tipo de livro que vê algo de positivo em tudo na vida, até mesmo na morte. Ok, confesso que é preciso ter muito desprendimento para concordar com todos os tópicos e fazer disso sua filosofia de vida. Mas eu penso que se algo é pra deixar seus dias melhores, não há motivos para não tentar fazê-lo, não é mesmo? O livro é todo divido em partes e cada capítulo é um tópico. Com isso, a leitura flui que é uma beleza e não fica chata. Fiz várias marcações em frases ao longo do livro. Tem horas que parece que ele fala com você, sobre o que você precisa ouvir, entende?

 photo o mundo amarelo - albert espinosa 1_zpskt3odiqj.jpg

Depois que a leitura engatar, você vai passar o livro inteiro se perguntando que raios de amarelos são esses que ele tanto fala. Somente no final do livro você vai de fato saber. É um conceito novo, muito diferente até. Mas confesso pra vocês que já identifico alguns na minha vida. Eu nunca tinha lido nada do autor, apesar de já ter ouvido falar sobre ele ~ ele é também roteirista, diretor e ator. O que me encantou foi o fato de ele não ficar se lamentando e se mostrar extremamente próximo do leitor ~ acredita que ele disponibiliza o e-mail dele pra contato? Eu mandei um, aguardo resposta. SE tiver, eu faço um update nesse post, ok?

 photo o mundo amarelo - albert espinosa 6_zpszxm5rnsj.jpg

Se você gosta de livros de autoajuda, ou está passando por um momento difícil, acho que é um bom livro. Com ele você se depara com situações bem complicadas, mas com uma forma bem doce de lidar com elas. No final das contas, o que são de fato os “amarelos” é o que menos importa, mas sim a forma como você lida com o pior da vida. Comprei na Saraiva e custou R$19,90.

Instagram ❤ Facebook ❤ Youtube ❤ Twitter ❤ Pinterest ❤ Snapchat

14abr/15

Livro para colorir | O Jardim encantado

BiaLivrosLyfestyle

Eu já havia falado pra vocês desse livro no último vídeo de Book Haul que fiz aqui. É um livro de colorir antiestresse chamado O Jardim encantado. Assim como todos os outros nessa mesma temática, são páginas com desenhos em preto e branco, todos vazados pra que você possa colorir da maneira que preferir.

 photo jardim encantado 2_zpsvcshj7dt.jpg

Gosto muito desse tipo de livro por dois motivos simples: 1) me lembram a minha infância. Eu sempre gostei de colorir e desenhar. Sempre queria gastar minhas canetinhas para fazer cores mais vivas, mas, além da mãe não deixar, eu morria de pena porque ia acabar com elas. 2) realmente alivia o estresse! Acho que você se perde ali, contornando e escolhendo cores que aos poucos vai aliviando as sensações ruins e preocupantes.

 photo jardim encantado 14_zpswjldm2yt.jpg photo jardim encantado 4_zpsydlyjth0.jpg
 photo jardim encantado 19_zpszxngn38g.jpg

Hoje eu vi que tem vários desse tipo e com outras temáticas. O Jardim encantado é bem floral mesmo. Uma página ou outra tem algum animal, mas sempre com folhagens e flores. Algumas páginas são bem repetitivas, eu acho. Já outras eu nem acho o desenho tão bonito assim, nem mesmo depois de colorir, então acabo deixando essas páginas por último.

 photo jardim encantado 1_zpsapvj5gsf.jpg

Confesso que às vezes é meio cansativo, principalmente se o desenho tiver muitos detalhes ou imagens grandes demais, como esse abaixo que colori com Giz de Cera. Mas você pode abandonar e retomar em outro momento. O legal é que dá pra brincar com texturas, experimentar materiais diferentes para colorir. Até agora, o que eu mais gostei foi o tradicional lápis de cor. Mas quero comprar os aquareláveis pra fazer efeitos diferentes. E ah! Colorir com canetinha é um mito… não fica tão bonito assim e requer uma técnica.

 photo jardim encantado 5_zpsry0h5mmn.jpg photo jardim encantado 10_zps6bh1uy75.jpg photo jardim encantado 16_zpsswr6a4iw.jpg

 Páginas coloridas com lápis de cor, canetinha e giz de cera, respectivamente.

Uma coisa que eu achei bacana é a gramatura das páginas que, mesmo quando se colore com canetinha, não mancha a página de trás. Eu queria ter outros, mas acho que ainda esperarei terminar esse pra comprar e pretendo escolher algum mais variado, porque não aguento mais pintar folhas verdes… Comprei na loja física da Saraiva e custou R$23,90.

 Instagram ❤ Facebook ❤ Youtube ❤ Twitter ❤ Pinterest ❤ Snapchat

09abr/15

Resenha de Livro | Extraordinário – R.J. Palácio

BiaLivrosLyfestyleResenhas

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 1_zpsmkowj3ir.jpg

Esse é um daqueles livros que eu me sinto muito bem em falar sobre. É também daqueles que a gente quer recomendar pra todo mundo e quando fala dele dá suspiros de amor. Extraordinário da R. J. Palácio é simplesmente meu novo livro favorito depois de A Menina que Roubava Livros – que responsa, hein?

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 3_zpsibti5pbc.jpg

Ano passado comprei exatamente por causa da capa. Fiquei intrigada com essa carinha, essa capa azul e os dizeres da contracapa: Não julgue um livro menino pela capa cara. É claro que eu precisava levar! Eu já disse pra vocês que não julgo, mas sou influenciada por capas, não já? E como estou participando do desafio literário mais legal dos últimos tempos, aproveitei para lê-lo como um livo que se encaixa no desafio “um livro inteiramente baseado em sua capa”.

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 10_zps6t2ufzb8.jpg

Sinopse

“August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.”

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 4_zpsucweblzc.jpg

Apesar de ter uma temática de sofrimento, de algo tão difícil que ocorre a uma criança e sua família, o livro é extremamente leve e nada previsível. Inicialmente Extraordinário é contado pelo August, o protagonista e os capítulos não passam de 2 páginas. Depois eu vi que na verdade ele é separado por sessões, onde cada uma é referente a um personagem. E com isso terminei de ler em dois dias, sem cansar, devorando e saboreando cada página.

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 10_zps6t2ufzb8.jpg

Toda a história se passa durante um ano, aquele em que Auggie foi para a escola, então segue uma linha cronológica bem fácil e gostosa de acompanhar. Nesse meio tempo, a gente vê a mesma situação narrada pela visão de vários personagens, o que é simplesmente incrível e surpreendente. É um assunto delicado. O livro mostra o impacto de ter uma criança com uma mutação genética que altera o rosto de forma devastadora e o quanto é difícil lidar com isso, mas tudo de uma maneira clara e sincera.

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 7_zpsnyaoicod.jpg

O que é mais interessante é que, apesar de trazer pra nós a dificuldade disso tudo, não o faz de forma clichê e previsível. Fala mesmo que não é fácil, que ninguém tem a obrigação de aceitar logo de cara e que aos poucos vamos aprendendo a lidar com o que não é usual pra nós. A ideia de mostrar a visão de cada personagem envolvido é mágica porque você pode se identificar com o sentimento de cada um, entender exatamente o que se passa com eles naquele momento.

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 12_zps6ia2bmnq.jpg

August é um personagem muito realista em relação à sua condição e o livro não traz nenhuma fórmula mágica pra isso. Toda a aceitação foi feita às duras penas e, apesar de já lidar com isso há 10 anos, Auggie ainda se vê magoado com coisas simples. Até mesmo a infantilização dele é bem feita e chega a causar comoção ~ Auggie, eu queria ter você como amigo, queria ser sua Miranda! No meio disso tudo, vemos ainda a vida dos demais personagens envolvidos e como são afetados pela doença de August.

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 8_zpsahyepgop.jpg

É sim daquele tipo de livro que comove, que faz chorar, que te dá esperança de um mundo melhor e de querer assistir a Star Wars ~ ele é incrivelmente cheio de referências ao filme e confesso que as analogias e metáforas feitas são excelentes! Super bem arranjado, escrito de forma simples, mas de coração. Cara, como eu amei esse livro! Extraordinário fala de várias coisas implícitas como a vida por trás do estereótipo, a dificuldade de aceitar o que é diferente, a realidade de ter alguém na família que requer todas as atenções e o quanto isso não é bom quando você não é esse alguém. É um livro que deveria ser obrigatório nas escolas, na vida! Deveria vir na cesta básica. Tenho a sensação que por mais que eu fale dele, somente lendo vocês entenderão do que eu estou falando.

 photo EXTRAORDINAacuteRIO 11_zpsvpx53fxv.jpg

Deixem-se levar pela inocência consciente de August. Sejam mais gentis que o necessário. Encantem-se com essa história e passem pra quem vocês gostarem de verdade, vale muito à pena!

Instagram ❤ Facebook ❤ Youtube ❤ Twitter ❤ Pinterest ❤ Snapchat

1 2 3