Resenha Spray Dumb Blonde Bed Head TIGI – toning protection spray

Cupom de desconto Glambox

De 2018 para 2019

Avaliando produtos de make de R$10,00

Ficando bem com meu corpo

Ugly Sneakers – o que é e como usar

Caneta SOS Cutículas Perfeitas Granado Pink

Livro Por Todas Nós da Ellora Haonne

CC Cream Siàge Reconstrói os Fios EUDORA

26abr/16

Gordofobia e aceitação corporal

Good VibesVídeos

Desde que eu fiz meu primeiro vídeo sobre aceitação corporal, senti necessidade de falar mais sobre isso. Foram tantos depoimentos, tanta gente passando pelo mesmo sentimento que eu precisava dar continuidade. Só que dessa vez, quis trazer alguém que já superou essa fase e hoje consegue amar seu corpo do jeitinho que está.

Quando eu pensei em trazer a Helena, a intenção era justamente mostrar que é possível estar bem consigo mesma, sem ceder às pressões do padrão de beleza imposto pela sociedade. Como ela mesma retrata no vídeo, não é algo fácil, nem mesmo de uma hora pra outra, mas isso não significa que não possa acontecer.

 photo aceitacao corporal_zpsaie64t2v.jpg

E eu sei que essa pressão afeta não somente quem está acima do peso, mas todas as mulheres que observam um ideal feminino que não nos corresponde, mas que é vendido como ideal e perfeito.  Como a Helena mesma disse no vídeo, todas nós somos socializadas para ter a beleza como referencial de sucesso. Dessa forma, quem é belo é bem sucedido ~ bom, pelo menos é o que eles tentam mostrar, na verdade, a gente sabe que precisa de muito mais que isso, não é mesmo?

 photo aceitacao corporal 02_zpsat1ttah6.jpg
Portanto, ao produzir esse vídeo, pensamos em transmitir mais uma vez a ideia de que a gente não precisa se despir de nós mesmas pra sermos felizes. É claro que existe coisas muito maiores do que a pressão estética, vamos falar também sobre gordofobia e o quanto isso é bem maior do que podemos imaginar. Então, aperta o play, prepara o coraçãozinho e vem compartilhar com a gente a sua história!


Pra conhecer melhor o trabalho da Helena, é só ir visitar o blog dela e ficar por dentro de tudo o que ela produz. Ela também está nas redes sociais (Twitter, Instagram, Face e Snapchat – @pinkshockgirl) e tem um canal no YouTube.  Vem conversar comigo no YouTube ou aqui nos comentários, quando a gente compartilha nossa dor, ela fica menorzinha! <3

Veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário