O problema da aceitação corporal
Postado em 05/04/16

Lidar como corpo não é fácil pra todo mundo, né? A imagem da gente requer muito da aceitação corporal que a gente tem de nós mesmo e isso  nem sempre acontece como deveria. Eu sou uma pessoa que passo por esse problema, desde que comecei a desenvolver meu corpo. Me lembro de desde que criança ter uma relação compensatória coma comida.

Quando seu corpo é alimentado não de forma correta, mas sim por desordens psicólogicas, a probabilidade de isso refletir no seu corpo é de praticamente 100%. Foi o que aconteceu comigo. Mas o problema fica ainda maior quando você não se aceita como é e tem dificuldades de fazer diferente.

Pra muitos pode parecer bobeira, mas só quem trava uma luta diária com aceitação sabe o quanto dói, o quanto a gente se priva de viver coisas simples, porém maravilhosas por causa de paranoias que muitas vezes só na nossa cabeça fazem sentido. E eu sei que eu não estou sozinha.

Quando eu pensei em gravar esse vídeo, quis justamente dividir o que sinto, todas as minhas inseguranças e medos pra que a gente pudesse fazer uma troca, pra que nós víssemos que não estamos sozinhas e que é normal se sentir insatisfeito. É normal a gente não conseguir se encaixar em algum padrão pronto. Todo mundo tem o direito de encontrar o equilíbrio entre o que aparentamos e o que realmente vemos quando nos olhamos no espelho. Abra seu coração e ouve aí o que eu tenho pra dizer!

Clique em play para assistir ao vídeo


E você, como se sente com seu corpo? Como você lida com o que esperam de você e o que você realmente é? Vamos conversar nos comentários, vamos dividir nossas angústias e juntas fazer nossa história, encontrar nosso espaço no meio disso tudo!

One Response to “O problema da aceitação corporal”

  • Kizi Formaio diz:

    Ooi Bia sua liiiinda! Mesmo que pareça bobo (ou até infantil) me orgulho em ver seu crescimento, já que acompanho vc no blog desde a época da Lilis (é esse o apelido dela? Haha tem tempo e não tenho certeza!)
    Mesmo o assunto hj sendo mais “difícil” de lidar, quero deixar minha eterna gratidão.
    Sou grata por me mostrar que não estou sozinha nisso, que mais gente sofre , não se aceita e tem dificuldade para mudar.
    Meu problema é o inverso: sou alta e magrela. Magra ao ponto de perguntarem nas festas de família se estou doente, de darem a entender que tenho anorexia, de dizerem que tenho que comer e me atormentaram o tempo todo com isso. Tenho 22 anos, 1,71 de altura e 49kg. Não me orgulho de como estou e do corpo que tenho. Ter bunda, coxa, isso sempre foi um sonho, é pesa ainda mais pq tenho uma irmã mais velha com o corpo lindo, digno de panicat.
    Não tenho calças que servem, pq todas sobram no quadril, minhas pernas são finas e meus braços também.
    Eu como direitinho, e nos últimos meses ando até passando mal pq como além do meu limite para tentar ganhar peso.
    Estou no último ano de psicologia, trabalho, atendo na clínica da faculdade ,tenho aulas e supervisões e não tenho tempo para malhar para ganhar músculo. Tenho vergonha de mim. As vezes pareço criança pelo corpo pequeno, ou até mesmo um boneco de Olinda. Alta e magra, sem curvas, sem parecer mulher!
    Chorei muito com seu vídeo pq sei que quero mudar mas a minha estrutura é essa. Minha mãe é como eu. Mesmo corpo. Mas eu não quero ser assim, quero ter um bumbum que preencha a calça, coxas que chamem atenção, braços que não pareçam um grilho, que aquela “saboneteira” não pareça que sou uma pessoa em tratamento contra o câncer, pq as vezes pareço que sou doente.
    Com seu vídeo aprendi que não estou sozinha e sou forte para mudar, e se permite (pq vc não sabe, mas como te acompanho a bastante tempo e em várias redes sociais, vc é super minha amiga ❤❤❤❤ hahahahaha) quero te indicar um vídeo que vi hj e me deu mais força para levantar e me ver com outros olhos. O vídeo é esse

    > https://youtu.be/nG-lWrZqwWA

    O começo dele é meio zoado, parece bagunça, mas a mensagem do final é muito bacana e fez meu coração bater com mais alegria.
    Espero que possa te ajudar também! Vc é uma linda, hiper querida e de um coração gigante, e como sua “amiga”, quero te ver triste não, heim!
    Beeeeijo grande, mais sucesso e força pra ser como e quem você quiser ser!!! ( Só não larga os vídeos no yt não, que daí abala a amizade) Hahahahah

Deixe seu comentário

Posts mais lidos
Instagram
Topo